Sem assunto #1 - Nathalia Cerati

Não participei da oração na ceia.
Achei isso tudo uma grande besteira.
Vestirei preto na virada de ano.
Odeio o jeito da maioria das pessoas e odeio como elas falam e encaram as situações.
Odeio suas manias, suas gírias e seus gostos. Odeio as mentiras, a grande falsidade, a alegria por coisas ridículas e o jeito de viver.
Esse ano foi muito difícil pra mim. Descobri que apenas com sofrimento se consegue a sanidade.

Passei um longo e difícil momento sozinha. Aprendi a enxergar as pessoas de um jeito diferente. E logo, passei a odiá-las. Até o maior amor se transformou em ódio por algum tempo. Desisti de tudo e de todos. Abri os olhos. Mas abri de um outro jeito: o jeito da diferença. Me fez entrar em um jeito de viver que ninguém ou quase ninguém vive. Se eu pudesse, faria tudo de novo. Porque essa sou eu. E as coisas sempre terminam bem, ou senão, tem algo de bom para se aprender no meio.

0 comentários:

Postar um comentário

 
 
Copyright © Pensamentos do André Alfieri
Blogger Theme by BloggerThemes Design by Diovo.com